Publicado em Deixe um comentário

Teste aponta agrotóxicos ilegais em alimentos

Dos 5 agrotóxicos condenados pela Orientação Mundial da Saúde (OMS) por serem carcinogênicos , 4 continuam liberados no Brasil:  glifosfato, malation, diazinon e parationa metílica.

70% dos alimentos in natura consumidos no Brasil são contaminados por agrotóxicos. Destes, 28% contém substâncias não autorizadas, segundo a Anvisa.

Já não bastassem esses dados alarmantes, divulgados pela jornalista Ailin Aleixo, do Gastrolândia, hoje foram divulgadas duas pesquisas importantes – e preocuoantes. O jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo mostrou um teste em feito em alimentos colhidos de supermercados e feiras do Rio e de São Paulo. Os resultados são preocupantes:

– mais de um terço (37%) deles tinham agrotóxicos ilegais

– nível de pesticida 14% acima do recomendado pela Anvisa

– Pimentão verde: teste apontou 19 tipos de pesticidas, 9 deles proibidos no plantio.

Veja a matéria completa aqui

Já a Folha de São Paulo publicou uma pesquisa do Datafolha que revelou: quase metade dos brasileiros (38%) não leem rótulos das embalagens de alimentos. E 52% das pessoas que declaram ler os ingredientes e informações nutricionais entendem “mais ou menos”

A reportagem destaca que pesquisas como essa fomentam o debate sobre a rotulagem dos alimentos e como deixá-los mais acessíveis  e claros aos consumidores. E que recentemente a pressão da entidade Põe no Rótulo fez  Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) obrigar a inclusão de alertas a alérgicos caso o produto contenha amendoim, ovos, camarão, entre outros.

Agora, a agência finaliza uma nova norma para que seja informada também a presença de lactose.

Para o ano que vem, a proposta é discutir como deixar mais visíveis nas embalagens o teor de açúcar, sódio e gorduras –que, em excesso, podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares. Leia a reportagem completa aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *